L.A.P. LOG
Piores jogos da Copa do Mundo 2010

Copa do Mundo chegando, menos de um mês para a bola rolar, todos discutem quais são as seleções favoritas, os craques que farão a diferença, será que o Messi vai jogar tudo o que sabe na seleção? Kaká vai dar conta do recado? As respostas nós só saberemos a partir do dia 11 de Junho.

Nesse clima de previsões, farei uma análise não dos melhores, mas sim dos prováveis piores jogos da Copa por grupo, aqueles que ninguém fará muita questão de ver a não ser os torcedores dos países envolvidos. Vamos a eles.

Grupo A

No grupo A, meu favorito para pior jogo é a estreia entre África do Sul x México, em Joanesburgo, no dia 11. O time da África do Sul é fraquíssimo, tem o fator torcida ao seu lado, mas acredito que isso não será suficiente. Em amistosos recentes, perdeu para a Islândia, empatou com Jamaica, Namíbia e Coréia do Norte e ganhou sofrido de Madagascar. O México só embalou nos últimos jogos das eliminatórias da Concacaf e teve por um bom tempo sua vaga ameaçada. Acabou por se classificar em segundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Grupo B

Grécia x Nigéria é um bom candidato, mas pela tradição dos times africanos de jogar ofensivamente, meu escolhido é Grécia x Coréia do Sul, no dia 12 em Port Elizabeth. Não se pode esperar muito da Grécia, que joga um futebol sem inspiração e com pouco talento. Tem como maior glória o título da Eurocopa de 2004 em cima de Portugal, que até hoje muitos não entendem como conseguiu esse feito. A Coréia do Sul por sua vez é um time mais leve porém sem muita experiência em grandes competições, característica dos times asiáticos. Sua melhor colocação foi o quarto lugar na Copa de 2002 jogando em casa. O principal jogador do time é Park Ji-Sung, de 29 anos, do Machester United. Não é ruim, porém não passa de um mero carregador de piano no time inglês.

Grupo C

O pior jogo deste grupo não é difícil de detectar. Argélia x Eslovênia jogarão dia 13, em Polokwane e você provavelmente terá coisa melhor para fazer. Os outros dois participantes do grupo, Inglaterra e Estados Unidos, não deverão ter problemas para se classificar em primeiro e segundo lugar respectivamente. As Raposas do Deserto, como é conhecido o time argelino, só jogou duas copas, em 1982 e 1986, sendo eliminada na primeira fase em ambas. A única copa da Eslovênia foi em 2002, onde também não passou pela primeira fase.

Grupo D

No grupo D, Gana e Austrália se enfrentam dia 19 em Rustenburgo. O jogo em si não deve ser ruim, o time ganês é o melhor da África e o australiano também não é tão fraco assim, mas Alemanha e Sérvia tem times fortes e seus jogos são mais interessantes. Na minha humilde opinião, Gana é a seleção africana com mais chances de ir longe. A Austrália, que chegou até as oitavas-de-final em 2006, sendo eliminada pela Itália com um gol de pênalti de Totti nos últimos minutos do jogo, deu azar de cair em um grupo com três seleções melhores e deverá ficar em último, embora, repito, não tenha um time fraco.

Grupo E

Alguém dificilmente terá uma opinião diferente nesse grupo, e apontarão Holanda e Dinamarca como classificados em 1º e 2º lugares. Portanto, o jogo de menos apelo é Camarões x Japão, dia 14 em Bloemfontein. As duas seleções farão um jogo de belos uniformes e nem tão belo futebol. O jogador que pode fazer a diferença nessa partida é Samuel Eto’o, da Inter de Milão. Com certeza será o jogador de maior capacidade técnica em campo. E por jogar no seu próprio continente, com a torcida a favor, Camarões deverá vencer. O time japonês é frágil, e não veloz como se acreditava em 2006, quando esteve no mesmo grupo do Brasil.

Grupo F

Nova Zelândia e Eslováquia, dia 15 em Rustenburgo, farão um jogo duro de assistir. Disputam com Argélia e Eslovênia o título de pior confronto de toda a Copa. A Nova Zelândia só chegou à África do Sul graças a mudança da Austrália para a federação asiática, caso contrário teria que assistir pela televisão, assim como Ganso e Neymar. A Eslováquia chega à sua primeira Copa do Mundo como país independente. O bom futebol da antiga Tchecoslováquia foi herdado pela sua “irmã” República Tcheca. Deve ganhar esse jogo mas não tem muita chance de vencer Itália e Paraguai, que estão bem acima.

Grupo G

O grupo do Brasil. Mesmo com muita gente descontente com a convocação do Dunga, o Brasil não protagonizará o pior jogo do grupo com certeza. E se classificará com certa facilidade. O fardo vai para Coréia do Norte x Costa do Marfim, que se enfrentam dia 25 em Nelspruit. Felizes serão os próprios norte-coreanos que não terão nem a chance de ver essa pelada, por conta da censura imposta pelo governo do país. A Costa do Marfim, de Drogba, não é essa potência toda que dizem. Deixou a desejar na Copa Africana de Nações e deve terminar em terceiro lugar, mas não terá dificuldade alguma em passar pela fraquíssima Coréia do Norte, pior seleção da Copa.


Grupo H

Suíça x Honduras, dia 25, Bloemfontein. A Suíça é super defensiva e Honduras não tem lá muita técnica. Aposto um 1x0 pra Suíça nesse jogo, ou 0x0. Jogo feio mesmo. Na Alemanha, a Suíça conseguiu a proeza de ser eliminada sem sofrer nem um golzinho. Perdeu nos pênaltis pra Ucrânia nas oitavas de final. Outro jogo que foi difícil de ver. O maior feito de Honduras no futebol foi eliminar o Brasil na Copa América de 2001 e depois chegar ao 3º lugar da competição vencendo o Uruguai nos pênaltis após um empate em 2x2.

Palpites Libertadores e Copa do Brasil

Morumbi - São Paulo 0 x 2 Cruzeiro - São Paulo vence nos pênaltis

Vila Belmiro - Santos 3 x 2 Grêmio - Santos classificado

Estádio da U. de Chile - La U 3 x 0 Flamengo - Flamengo eliminado

Na Argentina - Estudiantes 1 x 1 Internacional - Internacional classificado

Camisas da Copa 2010

Há 56 dias para o início da Copa do Mundo a maioria das seleções já apresentaram seus uniformes para o estágio final da busca ao maior título do futebol mundial. A Puma e a Adidas se destacam pela beleza e inovação nos seus uniformes. Uma pena que tenham que repetir desenhos em várias camisas. Foi-se o tempo em que cada camisa era diferente e tinha seu toque especial. A Nike como há muito tempo não satisfaz muito meu gosto mas também fez belas camisas.

Como colecionador, minha mão começa a coçar nessa época. Os absurdos altos preços que são cobrados em camisas oficiais me impedem de ter todas as que eu quero, então só me resta escolher uma, no máximo duas, e babar pelas restantes.

Algumas que enchem meus olhos:

Alemanha - 2º uniforme

Argentina - 2º uniforme (muito linda, pena que é da Argentina)

Paraguai

Rússia (só não comprei ainda porque não se classificou pra Copa)

México - 2º uniforme

Brasil - goleiro

Japão

Guerra das mídias

Quadrinho sensacional do Will Tirando:

Arbitragem no Rio de Janeiro

Do globoesporte.com:

Jorge Rabello diz que bola não bateu na mão de Willians, do Fla

Presidente da COAF defende arbitragem carioca e admite erro no gol da vitória do Botafogo sobre o Fluminense

Lendo essa notícia fico em total descrédito com a arbitragem do Rio. Chega a ser ridículo. A imagem mostra claramente o Willians metendo a mão na bola dentro da área, o próprio Willians admitiu ter tocado a bola com a mão, e o senhor Jorge Rabello, presidente da Comissão de Arbitragem, vem dizer que não, a bola não bateu na mão. Ou ele acha que somos todos cegos ou acha que somos… melhor nem dizer.

A arbitragem em todo o país precisa de uma renovação urgente. Os juízes são muito mal preparados, especialmente no Rio de Janeiro. Díficil achar uma partida sequer onde não há erros grosseiros do árbitro.

Os únicos que devem errar em uma partida de futebol são os jogadores e treinadores. O livro de regras do futebol existe por um motivo. Vamos aplicá-lo. Chega dessa história que o erro de arbitragem faz parte do futebol. Não faz, não só no futebol mas em nenhum esporte. Pelo menos não deveria. E se o ser humano por si só não é capaz disso, que venha a tal tecnologia. O futebol americano já a utiliza, o basquete, o tênis, por que não o futebol? Não será isso que vai acabar com o esporte.

A final da Taça Rio vem aí, e talvez mais dois jogos depois. Salve-se quem puder. Esperem pelo pior.

Palpites - Semifinais Taça Rio

No sábado teremos Botafogo x Fluminense.

Fluminense vem embalado de bons resultados, Cuca garantiu o título do Carioca, time e torcida estão confiantes.

O Botafogo está desacreditado assim como na Taça Guanabara, fará de tudo para reconquistar a confiança do torcedor, mas o time continua fraco e sem alguém que se possa olhar e ter a certeza que esse jogador fará a diferença.

Dessa vez acho difícil que apenas a vontade dos jogadores do Botafogo os levará ao título do segundo turno, assim como aconteceu no primeiro.

Acredito em um empate no tempo normal, possibilidade de muitos gols pelos bons ataques de ambos mas defesa nem tanto. 2x2 e o Flu leva nos pênaltis.


No domingo a disputa é entre Flamengo x Vasco.

O Flamengo empatou ontem pela Libertadores em casa, após quase ter o jogo adiado. Por isso e pelos inúmeros problemas fora de campo vai chegar desgastado pra esse jogo. A preocupação maior do Fla esse ano é com a Libertadores.

O Vasco se classificou no sufoco contra o Duque de Caxias. A hora de crescer e mostrar sua força é essa. Não tem pra onde correr. Não lembro da última vez em que o Gigante da Colina eliminou o Flamengo em qualquer competição. Já passou da hora do Vasco levar a melhor. O Vasco será o Botafogo da Taça Rio, chega sem favoritismo e levará na raça.

Minha aposta: Vasco 3x1 Flamengo.

Grupo de torcedores asiáticos (acho que da Coréia do Sul mas não tenho certeza) dá um show de criatividade e organização. É a maneira oriental de torcer, sempre inovadora e diferente dos padrões daqui. Muito interessante.

Dica do amigo Gabriel Pinho.

Antes do jogo contra o Combinado do Méier, José Arnaldo deu uma entrevista exclusiva à nossa equipe de reportagem falando sobre sua expectativa para a partida. O Bafana Bafana FC venceu o jogo por 20 x 11.

É bom ter duas formas de jogar. É como perguntarem se prefiro a pastel e empada. Gosto dos dois. O que importa é que o time está ganhando e jogando bem.
Joel Santana
Comunicado oficial

A diretoria do Bafana Bafana F.C. vem por meio deste dizer que lamenta profundamente a confusão ocorrida dentro de quadra na última segunda-feira, no jogo contra os Meninos da Vila, de Irajá, onde perdemos pelo placar de 12x5 e um de nossos jogadores quase chegou às vias de fato com um adversário. Reiteramos que somos adeptos do fair play, seja na vitória ou na derrota. Pedimos desculpas aos nossos torcedores. Faremos de tudo para que o occorido não se repita.